sábado, 26 de março de 2011

INTRUSO


Intruso,
Invadiste meus sonhos à noite.

Prendeste meus cabelos molhados
com pirilampos iluminados
colhidos em relva orvalhada,
suor perfumado de possuir-te;
só para soltá-los depois...
Fitaste meus olhos, 
descortinando-me em completude
De noites de mar.
Com mãos e lábios.
Torturaste meu corpo...
E fui fada alada, sobrevoando mares,
alçando voos de prazer...
Voar?  Voei!
Loucuras de poeta.
Voei de braços dados com a brisa
Passeando por estradas de beira mar
até entrelaçar-me embaraçada no teu peito.
Num vai e vem de infinitudes,
ondas de esperas e aquarelas,
contei-te os segredos e os pecados:
a boca molhada encostada no teu ouvido,
sussurrando palavras de maré cheia,
sons distraídos de impudores e promessas.
Sonhar? Sonhei!
E agora, descanso sonhares
à sombra de minha poesia
e, volta e meia,
acordo com a boca cheia d'água
olhando teus olhos,
ao som do mar de noite
e aos sóis de sal e areia...

45 comentários:

  1. OMG, fiquei sem fôlego. Vou mandar meu marido ler agora e se inspirar! hahaha Lindo poema. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito, Carla, gostei!

    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  3. Quando um intruso desse surgiu no meu caminho, assim que o toquei... guardari no coração.

    Está lá até hoje rsrs

    Que sensação boa, né?
    Intrusos, as vezes fazem um bemmm rsrs

    beijos, flor!

    ResponderExcluir
  4. É... Carla,
    Paixão e desejo, tatuagem que está impregnada na nossa pele, não sai com água, está conosco até quando sonhamos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ê, Carla, com que delicadeza e ousadia você explora a profundidade abis-sal dos doces mares de Araguari!

    E eu aqui no Rio, cercado de mares imaginários para a minha desterrada mineirice, a sentir bambearem e tremerem as pernas se qualquer ondinha agonizante, reles marolinha de espuma, me lança perdigotos do Atlântico nos joelhos...

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. sóis de sal e areia.. hummm gostei.
    rsrsrs
    adorei a imagem tbm..
    bjssssssssssss, carlinhaaaaaaaa.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo!
    Adorei!
    Beijos meus e um bom final de semana pra ti!

    ResponderExcluir
  8. Belo texto, Carla. Sempre me embriago com eles. bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Carla,

    Alguns intrusos nos cativa apesar do termo.

    Obrigado por compartilhar, um ótimo dia.

    Aquele abraço!

    ResponderExcluir
  10. "descanso sonhares" q o intruso causa... :)

    ResponderExcluir
  11. Viaja-se por estas palavras de forma serena e harmoniosa...
    Encantador!

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  12. Carla,sentir o amor em sua plenitude,sem pudores,sem vergonha.Somente você e seu amor,onde o universo é único.Somente seu e dele.
    Beijo moça apaixonada e apaixonante.

    ResponderExcluir
  13. Perfeito!!!

    A intensidade do sentimento!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Uma viagem que rapta um momento e o faz conhecer o infinito nas possibilidades. Momento que se eterniza na plenitude do amor.
    Maravilha de poesia!
    Sou sua fã!

    ResponderExcluir
  15. Lindo e intenso...Bela intromissão...beijos,chica

    ResponderExcluir
  16. É bom sonhar assim,,,sonhar em poesia,,,em amor...em desejos...grande beijo de boa semana.

    ResponderExcluir
  17. Gostei, sobremaneira a primeira estrofe. Saudações e beijooOs

    ResponderExcluir
  18. Carlinha sempre nos tirando o fôlego com suas poesias.
    Lindaa minha querida!

    Tenha uma linda semana!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  19. "Fitaste meus olhos,
    descortinando-me em completude
    De noites de mar."

    Que lindo isso, Carla!

    Aliás, o poema é todo sensitivo e belo. Gostei muito mesmo...

    Beijo, amiga!

    ResponderExcluir
  20. Olá.

    Vim agradecer a visita e visitar o seu espaço.
    Gostei muito e com certeza terei prazer em voltar mais.
    Parabéns pelo texto... mas existem intrusos com consentimento e sem consentimento, não? Rsssssss.

    Boa tarde.

    ;D

    ResponderExcluir
  21. Oii!!
    Borboleteando por aqui, descobrindo um universo de belos sonhos... vou ficar por aqui rsrs...
    Beijos de Luz!!!

    ResponderExcluir
  22. como é bom ler e sentir esse teu jeito bonito de escrever.
    belo post.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  23. Oi Carla!
    Também sou mineira e adoro os mineiros no meu blog. Seu espaço é quente, sensual. Adorei!
    Estou te seguindo, troquei a foto do perfil há pouco tempo.
    Beijos,
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  24. Oiii! Tudo bem?
    Obrigada por sua aconchegante visita e pelo carinho de sempre.
    Vim aqui me encantar com suas palavras e com os textos, aproveito também para lhe desejar uma excelente semana.
    Bjos no coração e um forte abraço!
    Se cuida.

    ResponderExcluir
  25. intruso,
    visto o paladar
    com um olhar de verão,
    inusitada espera,
    a palavra líquida
    derramando
    algum sabor
    inesperado.
    desuso o verbo
    para usar
    a sina de tocar
    e sentir.

    Beijo, Carla. Poema em faíscas de relâmpago que o tempo frio não apaga.

    ResponderExcluir
  26. Forte, intenso, muito bom! Abraços!

    ResponderExcluir
  27. Lindo demais amiga...


    mil beijos!

    ResponderExcluir
  28. Um dia recheado de carinho, paz e muita poesia pra ti amiga...beijos.

    ResponderExcluir
  29. Oi Carla!!
    Tua poesia soa de forma tão doce, leve e objetiva...
    Amei o post!

    Beijos

    ResponderExcluir
  30. "acordo com a boca cheia d'água
    olhando teus olhos,
    ao som do mar de noite
    e aos sóis de sal e areia." Tuas palavras desenham lindamente, Carla! Parabéns!
    Bjo, querida.

    ResponderExcluir
  31. Essa invasão, junto com pirilampos, coisa mais linda, amei, espero que voce venha ler um conto meu, tenha harmonia, beijos !

    ResponderExcluir
  32. Gostei...

    Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. isso me lembra um sonho que tive em vida real...



    lindo.
    bjsmeus

    ResponderExcluir
  34. Uau... Uau... Uau!

    Sem muito a dizer... apenas UAU!

    Você é FANTÁSTICA!

    Intrusos somos todos nós... queremos ao outro mais que a nós mesmos!

    Beijos, querida!

    ResponderExcluir
  35. A sensualidade das palavras, o excitante fascínio da imagem, são como doces caricias escorrendo ardentes sobre a pele...


    Beijos meus,
    AL

    ResponderExcluir
  36. hummm...amor feito de água e asas, sonho e palavras, molha a pele, aquece a alma.

    lindo texto poetisa

    beeeeeeeeijo enorme Carla

    ResponderExcluir
  37. Que bom que gostou minha querida!
    Quer vingança melhor que essa né? Ficarmos BEM!

    Tenha uma linda noite Carlinha!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  38. Impudores e promessas...O que mais há para se querer? Gosto demais dessas suas poesias intensas.

    ResponderExcluir
  39. Nossa, Carla! Eu estava até com saudades de ler uma poesia tão bem feita assim.. tão profunda e singela! é delicioso ler... *-*

    bom fim de semana pra vc!

    beijos

    ResponderExcluir
  40. Que belo poema! Visitarei sempre :)

    ResponderExcluir
  41. Olá.

    Intruso, heim?
    Mas um intruso com consentimento pelo visto.
    Rsssssssssssssss!

    Belo texto, belo texto.

    Boa tarde.

    ;D

    ResponderExcluir
  42. Poema, simplesmente, arrebatador!
    Mulher, você é alumbrada.
    Essa parte:
    "Prendeste meus cabelos molhados
    com pirilampos iluminados
    colhidos em relva orvalhada..."
    Amei!!
    Amo vaga-lumes.
    Visite o meu blog, cultura da hora, e confira meus singelos poemas "luminosos" e outros, se tiver um tempinho.
    Abraços poéticos, mágna poetisa!

    ResponderExcluir
  43. Mandou bem Carla - criatividade e sensualidade plena, e mais os símbolos imagens. Enfim, humilhou Hilda Hilst!

    ResponderExcluir

Cola sua ESCREVÊNCIA na minha...Eu junto tudo e a gente faz uma canção...
Juntos, os nossos sonhos de ESCREVÊNCIA podem ser maiores...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leia mais...