sábado, 19 de fevereiro de 2011

REVELAÇÃO DE NÓS

Contei segredos para os meus botões,
esparramei-os um a um em emoções.
As rendas transparentes do decote
desnudaram-me a alma
e revelaram-me os vermelhos todos
de pudores e amores...
Mas os segredos emaranhados
de mim foram-te afrontas...
Vieste, então, desfazer-me as tramas 
e ponto a ponto alinhavar-me 
entre teus escombros...
Enfeitar-te...
No início tive medo
depois comecei a sorrir
ante a aparição de todo dia...
Esperava...
Os laços de nós,
sem emaranhados ou nós.
Um dia bordou na pele, CUMPLICIDADE...
Não arrematou, virou FELICIDADE...
E ficamos assim, vestidos pra sempre
das revelações provocantes
de decotes e olhares...
E dos outros; os mal-falares:
de toda essa nossa estranha, profana 
e indecifrável LIBERDADE.

33 comentários:

  1. Certas horas falta linha pra falar com os meus botões.....

    Adorei migáaaaaaaa

    Beijos
    bom findi!

    ResponderExcluir
  2. Muito amor, muita cumplicidade... gosto da tua poesia.

    ResponderExcluir
  3. Cumplicidade e felicidade são fáceis de entender. Liberdade é um conceito muito individual, com influência social, cultural e moral. Gostei muito do poema.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom, saudável expor sentimentos sem culpas. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, Carla! Um encanto ler este poema.
    Tem um ar repousante e instigante ao mesmo tempo, adoro memso passar aqui e ficar lendo estes trechos que o coração conhece muito bem...
    Bjos no coração amiga, tudo de bom!

    ResponderExcluir
  6. Que bom que tem o que falar com os botões e tem a liberdade...Lindo!beijos,chica

    ResponderExcluir
  7. Minha querida, não me canso de dizer que amo sua poesia! Ela me encanta e me rapta para lugares imperdíveis. Difícil começar a ler a sua poesia e não transformar o fim em um ifinito caminho de possibilidades.
    Sua poesia me inspira e me faz divagar muitoooooo! E num sábado à noite ela cai como uma luva.
    Realmente foi uma palavra que caiu na minha poesia.
    Parabéns!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. O Amor quando chega nos liberta de todo o pudor, cabe a nós cair de corpo e alma dentro dele

    Beijos Moça

    ResponderExcluir
  9. uma delícia de ler: segredos, mistérios, rendas, etc. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Venho de um passeio Longe, ajeito-me em teu blogue. Tomo esta poesia "REVELAÇÕES DE NÓS"
    Sorte tive nisto, pois, participei dos segredos, e pude ver pela liberdade do decote a tua alma nua. A quem dizes... não sei! - "O dia bordou na pele cumplicidade, virou felicidade"

    Obrigado pelas tuas visitas e comentários gentis

    abraços

    ResponderExcluir
  11. Carla, fiquei emudecida!!!!
    TEXTO LINDÍSSIMO!!!!
    PARABÉNS PELO BELO BLOG.

    ótima semana, bjs no coração.

    Cris/Kika

    ResponderExcluir
  12. Segredos guardados e contados,,,na cumplicidade do amor tudo é poesia,,,tudo é permitido,,,grande beijo de otimo domingo e uma bela semana pra ti...

    ResponderExcluir
  13. Que texto lindo!
    Deixei um selinho pra ti no blog ;*

    ResponderExcluir
  14. poetisar a verdade de um decote é revelar a nudez que ficou por se decifrar na imaginação dos meus olhos cheios de fertilidade...

    Beijo. Poesia transparente.
    Bom domingo Carla.

    ResponderExcluir
  15. Entre os seus botões, leio as entrelinhas dos mais belo versar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Que poema lindo! O jeito como você escreve me dá vontade de escrever, me faz parar sentir e ler =)

    beijos

    ResponderExcluir
  17. adorreeeii !! pf visite meu blog
    http://diariovirtuaall.blogspot.com/
    obg

    ResponderExcluir
  18. um bailado de palavras lindas só podiam resultar em uma linda dança.


    =)

    bjsmeus

    ResponderExcluir
  19. Uma belissima segunda feira pra ti querida amiga,,,e uma semana recheada de poesia e muita paz...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  20. Gosto de suas poesias sensiveis e belas. E adoro o vermelho.


    BeijooOs

    ResponderExcluir
  21. O legal desses versos foi a FELICIDADE prevalecendo! Aquela que surge assim parece vir mais palatável ( de onde tirei ests palavra agora?)

    ResponderExcluir
  22. Há segredos que só ficam alinhavados em rendas, trespassados em colares.


    Muito obrigada por seu comentário lá no Teatro, fico feliz que me considere assim. =)

    Beijo, boa semana!

    ResponderExcluir
  23. Que lindo poema Carla!
    Que ciranda de palavras.

    Quando o amor chega, ele nos livra de certos pudores.
    Minha querida tenha uma linda semana!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  24. Sou feliz, e tanto,
    um manto rasgado
    e descoberto,
    meu rosto traçado
    em rios e rimas,
    fios que eu converto
    em quanto me sou.


    Adoro suas visitas, querida. Beijo imenso.

    ResponderExcluir
  25. Cumplicidades e laços de ternura nesta "revelação de nós" cujos nós se desataram para tecerem um bonito poema.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  26. "...tênue te encontrarei
    em teus (en)cantos
    em meus poemas-sombras
    e em prantos..."

    ResponderExcluir
  27. Só posso admirar quem sabe encontrar liberdade na cumplicidade. Isso é ser feliz! Adorei o blog. Encontrei vc através do blog do meu marido (Sandro-Esquizofrenético Blues) e certamente voltarei aqui mais vezes. Parabéns pelos textos! Estou seguindo! :)
    Um beijo!

    ResponderExcluir

Cola sua ESCREVÊNCIA na minha...Eu junto tudo e a gente faz uma canção...
Juntos, os nossos sonhos de ESCREVÊNCIA podem ser maiores...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leia mais...