quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

AMARELO IMPOSSÍVEL

Ai,
Que não quero pensar que passarás
Meu passarinho de
amarelo impossível,
que vem cumprir devagarinho
O meu penar.
Passas pertinho
De sol em sol a provocar
E como alma penada
Voa, ritual de assombrar.
Vem logo, passarinho,
Afinal , todos passarão.
Por enquanto
Só você tem ninho quentinho
E chamego no meu coração.
Deixa esse dissimulado desprezo
para a próxima canção.
Canta pra mim
A melodia
Que a gente dança
Refém de violões e assovios
A encher os quintais.
Somos quase qual espelho
Passarinho a passar...
Inho, bem devagarinho
Pra que a dor de passar,
Passe com o fim da canção
De violões e assovios
Que enche quintais de alegria
E o coração de tudo
Que não se quer passado.
 Carla Stopa

14 comentários:

  1. oi.
    quer participar como convidada do blog do bar do escritor em www.bardoescritor.net ?

    me responda no email giovani ponto iemini arroba gmail.com

    []s

    ResponderExcluir
  2. Carlinha querida ! Teu cantinho é mesmo muito especial e sempre passo por aqui...Você que , assim como eu, ama poesia está convidadíssima a entrar no meu outro cantinho que saiu do forno essa semana : www.universidadedesentidos.blogspot.com lá deixo fluir toda minha veia poética ! Quando tiver um tempinho vá até lá e vamos fazer um brinde ! Grande beijo !

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo seu post amoree! Levas jeito pra isso!

    bjos

    ResponderExcluir
  4. Como diria Saramago

    "Somos todos escritores. Só que uns escrevem, outros não"

    Carlinha vc veio ao mundo com o dom das palavras doces.

    Não veio ao mundo com o das palavras, porém,
    com o dom de ser doce.

    Beijos poetisa.

    ResponderExcluir
  5. Carla,
    Muito lindo seu cantinho, me identifico e muito com sua densidade e intensidade...Fica tudo sobrando, quase escapa da tela! E percebi que também compartilhamos das mesmas fontes de inspiração... Meu perfil também está descrito com um verso de Clarice.
    E esse texto, acredito eu, ter sido inspirado no grande mestre Mario Quintana, por quem sou apaixonada, no Poema Do Contra...Não foi?
    "Todos esses que agora
    Atravancam meu caminho...
    Todos passarão
    E eu passarinho!"

    Da uma espiadinha no seu retrovisor...Já estou aqui te seguindo!

    Obrigada pelo convite!

    Beijos Muitos!

    Aline Morais Farias
    Periódico Subversivo
    http://alinemoraisfarias.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi!!
    Amei o seu blog e ja sigo!!
    Me segue também e manda um comentário?
    Aproveita e segue por favor o novo tiwtter do blog Só Para Meninas??
    @blogspm
    Beijooos


    http://coisassoparameninasfofis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. oi
    'passarinho de amarelo impossível'
    que lindo....


    abraço

    ResponderExcluir
  8. Carla, a palavra torna possíveis esses nossos pássaros impossíveis.

    Gostei da sua visita e do seu espaço também.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá, linda!!!
    Vim agradecer a visita e acabei surpresa, pois, em se tratando de pássaro, fico logo encantada!!! Amo tudo que tem asas, assim como as palavras que nos fazem voar!!! Obrigada!!!

    Beijos de passarinho!!!

    ResponderExcluir
  10. Que bonito, Carla, muito belo mesmo! Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Carla,
    que delicadeza de escrito ...
    ame ...
    beijos pra vc ....

    ResponderExcluir
  12. You have a very cool visual blog. I am always looking for reciprocal Google/Blogger followers.

    Dr. Russ Murray

    Thanks

    Blogs

    thekingpin68

    satire and theology

    ResponderExcluir
  13. Oi Carla,
    Gostei daqui. Vou ficando.
    Que maravilha de poema! Como a Aline tb lembrei Mario Quintana.
    Texto perfeito! Adorei!
    Pássaros são encantadores. Gosto muito de observá-los.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. De uma beleza terna comovente. Beijo!

    ResponderExcluir

Cola sua ESCREVÊNCIA na minha...Eu junto tudo e a gente faz uma canção...
Juntos, os nossos sonhos de ESCREVÊNCIA podem ser maiores...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leia mais...